Somos uma cambada de selvagens e incultos!

(escrito a 9 de Junho de 2007)

Acabei de ver na TV, mais uma vez, o anuncio da tv cabo sobre as caixas piratas.
Para quem ainda não viu, o anuncio mostra um verificação virtual á nossa caixa, e alerta-nos, ou melhor, ameaça-nos, intimida-nos e quase que vemos uns homens de fato preto com 1,95m a entrar pela casa adentro e a apontarem-nos a 9mm á testa e numa voz á Darth Vader dizer “Se eu te apanho com equipamento pirata fazemos-te mil e um cortes com uma folha de papel, mergulhamos-te numa banheira de alcool e penduramos-te numa árvore virado ao contrario com uma corda a arder, umas formigas vermelhas nas cuecas e rodeado por crocodilos…e abutres para acabar o serviço, se for preciso.”

Mas o anuncio até aqui não é nada de especial, mas como qq grande bom filme, o melhor está no fim. Cm se já não bastasse assustar-nos com a possibilidade de pagar uma multa digna do euromilhões ou de nos pôr a imaginar como seria apanhar sabonetes na prisão, querem-nos fazer duvidar da nossa propria humanidade…

“Combater a pirataria é um sinal de cultura e civilização!”

Ou seja, se por acaso tiverem uma caixa pirata da tv cabo (a minha é legal, com o cartãozinho novo e tudo, por isso, todos os milhares de agentes que estão a ler este blog e que ja tavam a pensar em chamar o exercito, marinha, fuzileiros, os serviços secretos e os escuteiros, 5 caças F-22, 4 helicopteros, 3 tanques, 2 batalhões da infantaria e uma fisga…para me virem destruir a casa, matar os meus cães, gato e o rato e matar toda a gente que eu conheço ou que ja passou por mim na rua….não se incomodem!) fiquem a saber que são seres incultos e não merecem sequer estar a viver com o resto do mundo, deviam tar a apanhar formigas com um pão ou a comer bananas com casca no meio da selva, e a ensinar o Tarzan a falar na 1ª pessoa em vez do “Mim Tarzan, Tu Jane”!
Mas isto não se aplica só aos produtos da tv cabo. Os filmes que sacam da internet ou que um amigo qualquer do trabalho vos arranja, a musica que que ouvem no leitor de cd’s do carro, os jogos que têm nos vossos computadores, etc…Saibam que estão a contribuir para a destruição do mundo civilizado, estão para a sociedade como os bárbaros Visigodos estavam para o império romano, ou como o Cif está para a gordura nas panelas!! Malditos sejam, malditos sejamos todos!!!

Os artistas devem ser remunerados pelo seu trabalho, assim como eu sou remunerado pelo trabalho que faço? Sem duvida. Mas será que eu tenho de pagar 20 euros por um cd de música, 60 ou 70 euros por um jogo? 50 euros por meia tempemporaa de uma série? (se calhar de gostar muito da série e elafor na sétima temporada, como é o caso do CSI, vejam quanto não fica a brincadeira…e deus me livre de gostar de mais que uma série) e 25 euros por um filme? Ou então pagar 270 euros pelo novo windows…..?!?!?!? É que só podem estar a brincar com a minha cara….(E está no topo dos mais vendidos da fnac acreditem ou não…em primeiro lugar!)

Antigamente o argumento a favor dos originais era que apesar de custar dinheiro, a qualidade era melhor, mas já nem é esse o caso. Arranja-se musicas com qualidade de cd na internet, arranja-se filmes de altissima qualidade, em alta-definição, e ainda este século (e não lançado nas lojas 6 meses depois de ter estado no cinema), e já nem me façam falar nas séries de Tv.
Para quem lê a Premiere sabe que todos os meses á sempre alguém a queixar-se que os dvds á venda são de fraquissima qualidade. Há casos em que são vendidos DVD’s que nem legendas em português têm, sem extras (apesarem de serem anunciados nas caixas dos mesmos), …que não têm som surround de 5 canais…e reparem bem, a série “Roma”, uma fantastica mini-série, que foi mais a mais cara de sempre feita para televisão, grandes actores e gigantescos cenarios reais e que eu recomendo vivamente, bastante tempo depois de ser transmitida nos Estados Unidos, começou a dar na RTP 2, e agora que ja vai no fim, nem sei se já não acabou, sai para DVD…
Ou seja, se eu….falando em bom português….”sacar” a série da net, episódios de maxima qualidade possivel, arranjo as legendas, compro os dvd’s virgens e gravo…custa-me UM EURO E 30!!! já a contar com a tinta que gasto para escrever nos dvd’s…
O que também não deixa de ser engraçado é que o unico artigo onde a permissa de que o original é melhor, os livros, sejam os únicos com um preço mais ao menos justo. Porquê? Será por saberem q as pessoas lêem cada vez menos e são obrigados a baixar os preços?! Então vamos experimentar com tudo o resto…há-se haver tanto filme pirata que serão obrigados a baixar o preço para os 2,5 euros e até a oferecem o “Gladiador” por cada caixa de chocapic que se compre!

As séries dão na televisão, nós vemos a série, as audiências aumentam, os lucros de publicidade aumentam e as televisões lucram, mas chega?! não, tens de pagar 50 euros para ficar com uma série que gostas muito, apesar de já a teres visto até. Os filmes dão no cinema, cobram-nos 5 euros por hora e meia, lucro, saiem para clube de video, lucro, mas chega?! não, tens de pagar 25 euros para ficares com ele, e deus te livre de o transmites para um grupo de pessoas sem autorização…cruzes credo canhoto!!!
E se há dinheiro para oferecer cachês de 20 milhões de dolares aos actores e fazer filmes que custam para cima 250 milhões de dolares (equivalente ao PIB dum país como a Bangladesh situado no lugar 31 do ranking dos mais ricos em 2003, ocupando Portugal o 40º lugar com 188 milhões), é porque a coisa não vai muito má. E nunca vi nenhum cantor a pedir para atirarem uns trocos para o palco no fim de um concerto para pagar a conta do gás…

Das duas uma, ou bem que ganhas bem, ou então já não és aumentado á 5 anos, vês o preço de cada laranja ser maior que o preço do quilo á uns anos atrás ou não compras o selo para o teu carro (que é mais caro que noutro lugar na União Europeia) que andas a pagar ás prestações (e quando vais reparar, já o pagaste 3 vezes), para poderes andar com ele nas estradas (que também estás a pagar) com a gasolina que vale mais que o ouro, e arranjas um trabalho á noite para poderes ter uma videoteca em casa, ou então vês filmes com moderação. O médico da caixa começa a passar-te umas receitas de dois a três filmes por mês, um no inicio do mês, outro depois dos 20 euros que a tua avó te dá e outro depois de teres rebentado com o porquinho…

Isto para dizer que não me sinto menos cidadão por ter pirataria, não me sinto menos civilizado e mais inculto. Sinto-me mais rico e menos burlado! Querem acabar com a pirataria? Acabem com a palhaçada e de atirar com areia á cara das pessoas. Ninguém tem pirataria porque é divertido, ou porque gosta de cometer ilegalidades, fazem-no pk de outra forma seria insuportável!

Partilha o post do menino no...