UK, nos tempos de “cólera”…

A ficção originária com sangue de terras de Sua Majestade continua bem e recomenda-se…


Dracula – Mark Gatiss e Steven Moffat tornam a dar as mãos, desta vez para o seu spin na tradicional história do vampiro mais famoso. A inteligência do diálogo característica está lá, assim como a cinematografia que prende o espectador. Claes Bang é uma escolha não evidente para o papel mas bastante adequada para a mensagem destes três episódios. Dolly Wells dá vida ao lado interrogatório de quem assiste. Os dois primeiros episódios são muito bons, mas o terceiro, que abandona o cenário de época e traz o ícone para os tempos modernos, irá cimentar ou despedaçar o gosto final com que ficam na boca. Pessoalmente não me agradou muito, mas não mancha totalmente as qualidades que realcei. Os três “filmes” de hora e meia estão disponíveis na Netflix.


The Capture – Para quem sente uma saudade imensa de Bodyguard e do filme Enemy of the State, esta mini-série é para vocês. Callum Turner é um soldado preso entre operações Secretas de serviços de inteligência, o mediatismo dos media e o seu temperamento de pavio curto. The Capture explora o medo das imagens manipuladas e as suas consequências na vida de um homem e na população em geral. A mini-série pouco ou nada pára para respirar e isso sente-se, para o bem e para o mal. Mas a qualidade deve ser realçada, ainda para mais porque parece-me que passou despercebida e muitos. Ainda parte do elenco estão Holliday Grainger, Ron Perlman, Ben Miles e Laura Hadlock.


Informer – Os ingleses gostam mesmo muito de gente em fuga às autoridades depois de ser injustamente acusada. Informer tem muitas semelhanças com The Capture mas é dá-se mais tempo para respirar. Todo o elenco é bastante competente e embora nem sempre o argumento reserve muitas surpresas, nunca é aborrecido. Ideal para quem gosta de um bom policial inglês. Os seis episódios de uma hora desta mini-série estão disponíveis na amazon Prime.


Deadwater Fell – Outra premissa bastante explorada na ficção britânica é a das crianças desaparecidas. David Tennant encabeça o elenco com a qualidade que lhe é reconhecida. Ficamos até aos momentos finais em bicos de pés sobre quem é o verdadeiro responsável e a história faz por nos oferecer álibis e motivos para quase toda a gente sem nunca esquecer o factor humano e pessoal das personagens.


A Christmas Carol – O tradicional conto de natal, contado pelo prisma adulto. Nudez, asneiras e suspense que o tornam impróprio para os mais novos mas que irá agradar a quem deseja um visão diferente de uma história conhecida. Guy Pearce, Andy Serkis, Stephen Graham, Jason Flemyng, Charlotte Riley… um elenco excelente que não compensará se o vosso gosto não for a dramatização e a teatralidade dos episódios. As três horas estão disponíveis na HBO Portugal.


The War of the Worlds – A BBC abriu os cordões à bolsa e decidiu trazer-nos mais uma perspectiva da famosa história de invasão extra-terrestre. Infelizmente é aí que as novidades acabam sem que esta série se torne memorável por mérito próprio. Eleanor Tomlinson, Rafe Spall e Robert Carlyle fazem o que podem mas, principalmente no terceiro episódio, o trama não cativa. Principalmente para quem já conhece a história. As três horas estão disponíveis no BBC iPlayer.


The End of the F***ing World – Sabem quando a primeira temporada é uma pedrinha tão preciosa que não queremos que se mexa com medo que se estrague?! Pois, o receio era grande com esta série mas felizmente não só nada fica estragado como adiciona uma camada extra de prestígio na minha opinião. As características que a tornaram original (a narração, a representação do duo protagonista e a cinematografia) continuam presentes e a história é interessante o suficiente para ser contada. Naomi Ackie adiciona estranheza e intensidade face às caras já conhecidas e a esses é dado ainda mais profundidade aos traumas que os assolam. Uma série que se vê em dois instantes e que merece a vossa atenção! Os 16 episódios, com duração total de cinco horas, estão disponíveis na Netflix.

Partilha o post do menino no...